Arquivo do mês: março 2011

Os Roedores

– Os ratos tomarão conta do navio! Invadiram pelas cordas e correntes, Sorrateiros durante as madrugadas. Não vigiamos! Bebíamos em todas aquelas noites. Eles agora comandam a cozinha. Em breve controlarão até a nossa água. Ratos, meu senhor. Do tamanho … Continuar lendo

Publicado em Crônica, Política | Marcado com , , , | 1 Comentário

Jair Bolsonaro, a Imprensa e os Parlamentares

  Interrompi os textos que tratavam da cobertura do Calixto – o urubo pró-lixo e prolixo da fazenda – sobre a visita de Obama ao Rio de Janeiro porque um fato repercurtiu na internet como uma bomba da OTAN na … Continuar lendo

Publicado em Política | Marcado com , , , , , | 36 Comentários

Calixto na cobertura da visita de Obama (Parte II)

Amanheceu o domingo de  20 de março, e nada de conseguirmos contato com o Calixto e o Muçarela. Tentamos por várias vezes, incluindo o apoio de pombas radioamadoras do Rio, mas nada…nenhum sinal dos dois. Ainda continuava achando que eles … Continuar lendo

Publicado em Crônica | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Calixto na cobertura da visita de Obama (Parte I)

Conforme anunciado, finalmente saiu a matéria do Calixto – o urubo pró-lixo e prolixo da fazenda – sobre a visita do Presidente Afro-Black_Power-descendente americano, Barack Obama, ao Rio de Janeiro. Houve dificuldades em contratar esse repórter, pois o Calixto jamais … Continuar lendo

Publicado em Crônica | Marcado com , , , | 3 Comentários

Roberto Jefferson, o Papagaio Abusado

Kofi Annan, o papagaio aqui da fazenda, tem um amigo também papagaio – o Roberto Jefferson – que é muito abusado. Ele mora na barbearia do Seu Osvaldo lá no centro de São João do Quentão. Sempre que a Selminha, uma … Continuar lendo

Publicado em Crônica | Marcado com , | 3 Comentários

O Amor ( Khalil Gibran)

E alguém disse: Fala-nos do Amor:   – Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e difíceis. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

A corrida dos pintinhos

  Hoje, logo pela manhã, ouvi um reboliço vindo do galinheiro. Era uma gritaria que fazia gosto em quem gosta de barulho. Geralmente não sou muito chegado a esses ajuntamentos de aves, mas decidi tomar conhecimento do que acontecia, pois sempre … Continuar lendo

Publicado em Crônica | Marcado com , | 5 Comentários